WHATSAPP

AVISOS

ENTRAR

Primeira Feneart / Fenearte

Primeira Feneart / Fenearte

A Fenearte foi uma inspiração da artesã Ana Holanda, uma das diretoras da antiga Cruzada de Ação Social, e que desejava ver
Pernambuco seguir o exemplo de Minas Gerais que, na época, pontificava com sua feira “Mãos de Minas”. A ideia de Ana foi
abraçada pela então presidente da Cruzada, Geralda Farias, e por Jarbas, ele próprio um apaixonado pelo artesanato e pela arte popular, além de ter contado com o entusiasmo também do então secretário de turismo, Cadoca Pereira.

Hoje maior feira de arte popular da América Latina, a Fenearte surgiu, como se vê, para ser sucesso, ajudada por uma união de pessoas que estavam no tempo certo e no lugar certo. Geralda Farias lembra das dificuldades iniciais para conseguir os R$ 800  mil necessários à realização da primeira feira em 2000, uma época em que o estado ainda atravessava uma grave crise  financeira, e agradece sobretudo ao Sebrae, na época dirigido por Pio Guerra.

Já no primeiro ano, a Fenearte mostrou sua força, reuniu mais de 200 expositores e vendeu quase tudo o que estava nos
estandes.

Lembra Geralda que a ideia inicial era “evitar que os artesãos pernambucanos, dos melhores do Brasil, continuassem quase

mendigando para vender seus produtos por falta de oportunidade”.

Galeria de Fotos